Total de visualizações de página

quinta-feira, 26 de março de 2015

Obituário



Essa sua incoerência,
Beira a delinquência.

Inconsequente, impotente, prepotente... 

Luxúria?! 
Incite a minha fúria!

Desafio-te a dançar nu no fio da minha navalha.
Mas você falha, a gente sabe que falha.

Estou gostando dessa rima.
Dane-se o que escrevi lá em cima.

Vou lamber seus ossos podres,
E mastigá-los como se fossem doces.






terça-feira, 24 de março de 2015

50 tons de nada

Sua rejeição me faz tremer junto aos lábios de outro;
Desejos vorazes por lábios perspicazes a percorrer meu corpo.

domingo, 8 de março de 2015

Partidas

Que tudo o que foi cultivado pereça.
Que tudo que foi dito se apague.
Que o amor que eu te dei desapareça.
Deixai que esse dedilhar de sonhos se acabe.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Walking dead



Sim, eu poderia fumar um cigarro, 
Inalar suas toxinas e deixar que ele acalmasse meus nervos.

Eu também poderia beber até cair,
Inebriar meus sentidos.

Mas não sou fraca, não vou usar de escapismo ou fugas.
Enfrento esta desgraça de vida de frente.

Mas eu te confesso: - Eu preferia estar morta.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Na UTI



Partido em mil,
Coração caiu em desgraca profunda.

Não minta.
Não minta para mim, coração.

Você pode se regenerar uma vez mais?

Respira, coração!
Erga-se, coração.

Longe deste mundo,
Onde tudo é lindo e belo,
Encontrarás amor eterno.

Eu juro...eu prometo.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Derradeiro golpe

I



Essa minha desimportância é um reflexo da sua arrogância,
Mania de se achar sempre demais.
Como se fosse capaz....
Como se fosse capaz....

Mal sabes que cambaleia diante da minha espada embainhada,
Pronta para ter dar o golpe,
De Início da sua derrocada.

Estupido coração leviano.
Devias refletir sobre essa lascívia de ser achar bonito demais.
Como se fosse capaz...
Como se fosse capaz....




segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Aberração

Venha, venha minha gente.
Temos muitas atrações.
O circo está na cidade,
Recheado de emoções.

Tem comedor de espada,
Acrobata e mulher barbada.

Tem palhaços, cartomante,
Equilibrista de barbante.

Mas a maior atração,
É a desempregada,
Confinada, apertada numa jaula alugada.